Rosário e seus velhos problemas.

Rosário e seus velhos problemas.

Ruas sem manutenção há mais de um ano, terrenos baldios (alguns públicos) sem limpeza e com o mato tomando conta. Essa é a triste realidade com a qual a população do nosso distrito tem que conviver. Já faz mais de um ano que as ruas do Loteamento Cidade Rosário e do Setor Boa Vista, setores mais antigos da localidade, não recebem manutenção, os buracos estão por toda parte, algumas vias estão intransitáveis.

Os terrenos baldios são outro problema, talvez este até mais grave que o das ruas. Há muitos lotes praticamente abandonados, onde o mato tomou conta e pra completar alguns moradores ainda jogam lixo e entulhos nestes locais, o que acaba contribuindo para os surtos que tivemos de doenças como a dengue e chikungunya. A maioria destes lotes são particulares e, infelizmente os proprietários parecem não se importar muito com a situação. Há também terrenos públicos com o mesmo problema.

Ficam as perguntas: “Por que o poder público não arruma as ruas? Por que não busca uma solução para o problema dos terrenos baldios, por exemplo: multa para os proprietários que não os mantêm limpos, IPTU progressivo ou algo mais simples, uma parceria com os proprietários para fazer a limpeza?”

Fato é que esses problemas precisam ser solucionados já, a população não aguenta mais ter que conviver com isso.

Nós entramos em contato com o secretário municipal de obras e infraestrutura do município de Correntina, Sr. Valter. Ele nos informou que, nesta sexta-feira, esteve em reunião com o vereador Selênio e com o senhor Lucio Alfredo, encarregado da limpeza pública municipal para tratar das questões do Rosário. O secretário disse que as providências já estão sendo tomadas e que nos próximos dias os serviços de manutenção das ruas e limpeza dos lotes serão realizados.

Ficamos no aguardo e esperamos que de fato algo seja feito.

Informações e fotos: Rádio Rosário FM.

rosariofm104@hotmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *